sexta-feira, 28 de agosto de 2009

O Tempo


" ...O Papalagui emprega todas as suas forças, bem como a sua capacidade de raciocínio, em tentar ganhar tempo (...). A meu ver, é precisamente por o Papalagui tentar reter o tempo com as mãos, que ele se lhe escapa por entre os dedos, como uma serpente por mão molhada. O Papalagui nunca deixa que ele venha ao seu encontro. Corre sempre atrás dele de braços estendidos, não lhe concede o repouso necessário, não o deixa apanhar um pouco de sol. Tem de ter sempre o tempo ao pé de si, para lhe cantar ou contar qualquer coisa. Mas o tempo é calma, é paz e sossego, gosta de nos ver descansar, estendidos na nossa esteira. O papalagui não se apercebeu ainda do que o tempo é, não o compreendeu. É por isso que o maltrata, com os seus modos rudes..." - from "O Papalagui - discursos de tuiavii chefe de tribo de tiavéa nos mares do sul"


Isto é verdade. Tão verdade que durante a próxima semana vou tratar bem o meu tempo. Sem horas de acordar. Sem horários para cumprir. Sem momentos marcados para estar onde quer que seja. Resumido, vou de férias.


BYE!!!




PS: para quem desconhece: " Papalagui", assim os samoanos chamam aos brancos, em assim Erich Scheurmann chamou à crítica da civilização ocidental posta na boca do chefe samoano Tuiavii. Um livro pequeno, mas repleto de grande exactidão.

3 comentários:

Le Enfant Terrible disse...

O "Papalagui", a demostração que a sabedoria humana é contrária em muitos aspectos à vida moderna ocidental!
Boas férias

Galahad disse...

Muito boas férias...
Diverte-te à grande. :)


Beijinhosssssss

GATA disse...

BOAS VACANCES! :-)