terça-feira, 6 de julho de 2010

pobre do cacto...


Decididamente, as plantas não têm sorte comigo. Depois de sobreviver a um ataque com água quase a ferver, o meu cacto encontrou um novo perigo: a minha gata, a Cléo!

Não é que chego eu a casa, e vejo terra espalhada pelo chão da cozinha... olho para a janela e que vejo? O cacto arrancado, mordido e o vaso quase virado!

Começo a desconfiar que tenho uma gata terrorista em casa... (não, não é esta que está na foto)

PS: Não sei como, o cacto sobreviveu. Está em recuperação, num ponto inacessível (acho eu) para a Cléo...

6 comentários:

Manuela disse...

Anira e a Cléo? Não ficou com espinhos nas patinhas?

D* disse...

Ooooh coitadinha da Cléo e do cacto :x

L'Enfant Terrible disse...

Hmmm, se até um cacto é atacado eu se fosse a ti punha-me a pau! A tua gata não é Afegã ou coisa do tipo pois não?

DoceSussurro disse...

Ui...
Que perigo :p

Beijinho*

C* disse...

Tenho pena de ambos os dois!
Tanto os dois são um perido :O
A Cléo não tens espinhos nas patinhas ou na boca?!

Beijinhos

Bloguótico disse...

Pobre do "cacto"?!! Não quererás tu dizer, "gato"?! Rima mas não é bem a mesma coisa! LOL