segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

apenas...


"Apenas ilusões, fogos-fátuos pelo ar, sentimentos sem sentido nem fim, exultações contraditórias e mágoas profundas… Tudo sinto num segundo que é eterno, um momento retirado do cálculo do tempo, estranho e mesmo assim, familiar…


E tu não estás aqui, nunca estás aqui. Sinto tanto a tua falta, a tua não presença rasga-me a alma em pedaços. Tento combater as lágrimas, mas são mais fortes que a minha vontade, e derrotam-me sem apelo, mostrando toda a eloquência da minha dor…
Tu não estás, mas nunca estiveste realmente aqui, apenas na minha imaginação. Pois tais momentos de sonho são heresias, são anátemas, apenas nos podem levar à loucura por serem tão efémeros e incensuráveis…"

By Anira
(...)

10 comentários:

D* disse...

Tão bonito :')

Gema disse...

Sim senhora. Gostei mt ;)

Pinkk Candy disse...

O amor anda no ar...

kiss

Kika disse...

E o amor às vezes doi tanto..

Girl in the Clouds disse...

Texto bonito!!

" A Invisível " disse...

Querida Anira;
Temos poeta! :=)
(Gostei muito do texto!)
Beijinho grande*

L'Enfant Terrible disse...

As ilusões são terriveis!

Galo disse...

Bem... este blog está a ficar com uma "profundidez", que é difícil lá chegar sem garrafa de oxigénio.
Solidão não é estar só: é não ter quem se deseja.

Beijo

White Knight disse...

Bonitas palavras Anira ;)

" A Invisível " disse...

Querida Anira;
Peço desculpa, mas em vez de publicar o comentário, que gentilmente escreves-te, enganei-me e recusei-o...(sim... Sou uma parva e ando a dormir!) ;=)
No entanto concordo contigo e com o Terrible acerca da opinião dos políticos!
Desejo-te muita paz e alegria junto daqueles que amas. :=)