quinta-feira, 18 de março de 2010

Caminhos


O caminho que percorro, é só meu.



Cruza-se com muitos outros, é paralelo a muitos mais, mas continua a ser exclusivo e único. Sou eu que faço as escolhas de direcção, mesmo quando parece que outros ditam a sua vontade. Sou eu quem enfrenta os obstáculos, pois no máximo os outros podem dar-me a mão para ajudar, mas não os passam por mim. Só eu posso decifrar os sinais que a minha mente transmite, e arriscar julgar os sentimentos que povoam o meu interior. As minhas memórias são apenas minhas, ninguém mais viu o que aconteceu através dos meus olhos.



Porque eu sou eu, um ser irrepetível e sempre original, o meu caminho é agora e especial.


.

2 comentários:

L'Enfant Terrible disse...

E é sempre teu e só teu, tal como as impressões digitais ou os cromossomas que te constituem!

Olhos Dourados disse...

Pois é.